Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ads 468x60px

 photo A-Masks_3...gif

7 de julho de 2014

O Samba é Paulista ou Paulistano?

O samba é um dos gêneros da música popular brasileira mais conhecidos e difundidos em nosso país. Esse verdadeiro universo conhecido por samba teve origem nas manifestações musicais dos negros africanos que vieram para o Brasil durante o período da escravidão.
Culturaleste
A palavra Samba – na língua quimbundo quer dizer umbigada Na língua umbundo, samba – significa estar animado, estar excitado. No luba ou outras línguas bantas, samba significa pular e saltar com alegria. A alma do samba vem para o Brasil com os escravos nos navios negreiros e aqui ele se torna crioulo, adquirindo um corpo com características diversas. 
No início, na então Província de São Paulo, o samba se estruturou e se fortaleceu.Nas grandes fazendas para onde os negros foram levados como escravos para plantar Primeiro a cana-de-açúcar e depois e com um número muito maior de cativos, para.Promover o lucrativo cultivo do café.
Em São Paulo a história do samba, que vai se tornando crioulo, Por longo tempo, as raízes do samba paulista se mantiveram fortemente rurais e ele foi chamado ora de samba de roda, ora de samba de bumbo, ora de samba-lenço ou ainda de samba rural, segundo os intelectuais que o estudaram nos anos 30, Como Mário de Andrade e Mário Wagner da Silva. O povo o chamava simplesmente de batuque. No início, na então Província de São Paulo, o samba se estruturou e se fortaleceu.
Foi esse intenso contato interior/capital que trouxe para São Paulo uma primeira leva de sambistas tradicionais, nascidos e formados no interior do Estado e que criaram e mantiveram os cordões com seus constantes e quase obrigatórios retornos anuais à Pirapora, até os anos 50 do século passado.
Tal fato nos permite dizer que o interior do Estado de São Paulo foi o berço e a grande força alimentadora da Tradição do Samba Paulista
Pensando em Difundir e Divulgar ainda mais a cultura do samba, a Casa de Cultura São Miguel através de sua Equipe e Coordenadoria (Ricardo Reis).Apresenta no dia 19 de Julho a “Homenagem a Velha Guarda e as Comunidades de Samba”.Evento esse que acontece a partir das 14:hs, Mas logo cedo a partir das 10:hs estará aberta para Visitação a Exposição “Varal do Samba” apresentando um breve Histórico dos Personagens do Samba Paulistano. 
Culturaleste
A história do samba em São Paulo é feita de alguns grandes nomes. Um deles e talvez o primeiro é Dionísio Barbosa, negro da primeira geração de escravos livres que veio para a capital em busca de oportunidades como liberto. Aqui, foi para a Barra Funda, reduto negro da cidade.
Em 1914, reuniu sua família e foi para as ruas festejar, cantar e tocar o samba que iniciou a tradição dos cordões. “Ele é emblemático porque cria essa manifestação genuína que é bem típica de São Paulo. Já havia na cidade eventos carnavalescos, mas eram manifestações da classe rica e branca. O Cordão Barra Funda era o primeiro movimento cultural organizado dos negros, o primeiro cordão da cidade, algo pequeno, composto por 15 a 20 pessoas”No Cordão da Barra Funda, os homens ensaiavam e desfilavam pelas ruas vestidos com camisas verdes e calças brancas. Este movimento foi o embrião do hoje Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Camisa Verde e Branco.
Mais do que um grupo que desfilava no carnaval, o cordão era um espaço de identidade reativa dos negros onde eles cultivavam todos os elementos de sua cultura. “O cordão era o espaço deles, onde realizavam bailes, cortejos e até piqueniques com elementos típicos de sua culinária em Santos ou no interior. O samba era uma parte dessa manifestação cultural”

Logo os cordões vão surgindo pelos bairros e terreiros ocupados pelos negros, como a Baixada do Glicério e Bexiga.
Serviço:
"Homenagem a Velha Guarda e as Comunidades de Samba"
Dia: 19 de Julho
Horas: 14:Hs
Local:
Casa de Cultura São Miguel "Antonio Marcos"
Rua :Irineu Bonardi,169-Alto Pedroso - SM
Fone: 2297-9177

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 
Blogger Templates