Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ads 468x60px

 photo A-Masks_3...gif

16 de dezembro de 2010

O Poeta e o Meio Ambiente


LUIZ CARLOS FLORENTINO SILVA
POETA - ESCRITOR - FOTÓGRAFO
Natural de São Pedro do Ivai – PR. Chegou em São Paulo 20 de dezembro de 1976, No Parque Boa Esperança (São Mateus), onde reside ate Hoje.
Escreve poesias desde criança e lançou seu 1º livro em 9 de dezembro de 1997, com o título de “Poesias palavras que não envelhecem” pela Editora Marco Markovitch. O livro foi lançado no Espaço Cultural ,GB, Avenida Mateo Bei, 2959 e vendido 650 exemplares na noite de autógrafos,A obra foi um verdadeiro sucesso.
Luiz Poeta  Recitando suas Poesias no Encerramentos das Oficinas da Casa de Cultura São Mateus.
É membro da Casa do Poeta “Lampião de gás” de São Paulo.
Participou da 15ª e da 21ª Bienal Internacional de Livros em São Paulo.
Luiz Poeta, Como é Conhecido, Está no 9º livro em um "livro a céu aberto".Luiz é um Defensor e Multiplicador da Consciência da Preservação do Meio Ambiente através da Poesia.
Seu  ultimo trabalho (apesar de escrever sobre o Tema a mais de dez anos) trata bem desse assunto
Assunto: Aquecimento global. Título: “Condomínio sem domínio”
Junto aos Oficineiros da Casa de Cultura São Mateus.O projeto já conta com mais de 100 parcerias. O objetivo é atingir 240 contando com amigos, comerciantes e empresários para que essa idéia saia ecoando em todos os cantos do planeta.
Conheça mais  do Recente Trabalho de Luiz Poeta:

Aqui neste “Condomínio”
Chamado Planeta Terra
Alguns síndicos já berram
Pelo grande aquecimento.
Quem tem o conhecimento
Defende a fauna e a flora.
Ai daquele que ignora
E avança o desmatamento
Mudando o comportamento
Da Terra, do sol e da lua
Deixando-a semi-nua
Numa bola de cimento.
11
Pelo sim e pelo não
Do estudo científico
Seria tão magnífico
Tomar conscientização.
Ver o clima e a razão!
Por que não é como era?
O outono, a primavera,
O inverno e o verão;
A troca de estação
Passar pelo mesmo dia
O Planeta em agonia
Sentindo a degradação.

13
Precisamos do Planeta,
Do ar, água e alimento.
Os três são nossos sustentos
E dão vida aos embriões.
Nas favelas, nas mansões,
A natureza é de graça
Tudo vem e tudo passa
Pra deixar suas razões.
“Dentro das religiões,
No esporte e na política
Trocaram o senso da crítica
Pelas falsas emoções”.
Luiz Poeta faz recitações de poesias em eventos, escolas, saraus, centros culturais, asilos e pretende estender aos hospitais.
Saiba mais Aqui..
Postagem: Pedro Moreira

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 
Blogger Templates