Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ads 468x60px

 photo A-Masks_3...gif

18 de junho de 2010

"Luiz Gonzaga: Patrimônio do Povo Brasileiro"

Rei do Baião tem publicação digital exclusiva lançada em sua homenagem

O maior nome da música nordestina está sendo homenageatro através de um livro redigido por técnicos da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e de integrantes do Programa de Especialização em Patrimônio do Governo do Estado. A obra "Luiz Gonzaga: Patrimônio Vivo na Memória do Povo Brasileiro" traz em 102 páginas, um inventário completo sobre os ambientes de origem e memória do artista.


A publicação pode ser conferida em duas versões: uma impressa e outra digital, que pode ser acessada através do Portal Pernambuco Nação Cultural. O leitor vai poder conferir a compilação de dez textos que revelam desde o surgimento até o sucesso, em todo o Brasil, do Baião. Outro aspecto importante abordado é o passo-a-passo do caminho percorrido por Luiz Gonzaga ao longo da vida. Primeiro pela Serra do Sertão do Araripe, nos arredores da pequena cidade de Exu, em seguida, na capital pernambucana, para, só assim, ganhar as regiões Sul e Sudeste, onde o pernambucano se consagrou.

Além disso, a obra aborda a relação de Luiz Gonzaga com o surgimento do rádio no país, a obra e o legado do artista, além do patrimônio cultural de Exu e daqueles que ficaram responsáveis por difundir a sua história. Através do link digital, os internautas vão poder conferir outros 180 conteúdos entre textos, imagens e notícias sobre o patrimônio cultural pernambucano.

Biografia - Nascido em 13 de dezembro de 1912, na Fazenda Caiçara, localizada no município de Exu, Sertão do Araripe. Luiz Gonzaga foi o segundo dos nove filhos do casal Dona Santana e Seu Januário. É autor de clássicos da música brasileira como "Asa Branca" e "Riacho do Navio". Faleceu em 2 de agosto de 1989, em conseqüência de um câncer, depois passar 42 dias internado em um hospital no Recife.

Patrimônio - Desde julho de 2009, dois ambientes que fizeram parte da rotina de Luiz GOnzaga foram tombados pela Fundarpe e passam, agora, por ações de preservação e proteção permanetes. São a área funcional da antiga moradia de Januário (pai de Luiz Gonzaga), na Vila da Fazenda Araripe; e o Parque Aza Branca, com área de cerca de 3 hectares, onde se encontram a Casa de Luiz Gonzaga, o Museu do Gonzagão, o Mausoléu, Pousadas Santana e Januário e a Casa de Januário.
www.nacaocultural.pe.gov.br.
Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 
Blogger Templates