Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ads 468x60px

 photo A-Masks_3...gif

2 de dezembro de 2009

Aurora da minha vida é encenada em novo formato


No Teatro Martins Penna, espetáculo com trilha sonora do maestro Amalfi e coreografias de Paulo Goulart Filho pode ser conferido entre 4 e 20 de dezembro


Aurora da Minha Vida

Articulada em quadros independentes, a narrativa da peça Aurora da minha vida, escrita no início da década de 1980 por Naum Alves de Souza, ganhou formato musical e chega ao Teatro Martins Penna, a partir do dia 4, sob direção de Barbara Bruno.

Com trilha sonora do maestro Amalfi e coreografias assinadas por Paulo Goulart Filho, que também integra o elenco, o espetáculo retrata as relações construídas na década de 1970, representadas pela convivência entre alunos e professores em uma sala de aula. Sem nomes próprios, os personagens vivem conflitos agravados pelo período repressor e antidemocrático vigente na época.

De forma leve e divertida, o texto resgata a memória da geração que cresceu à base da palmatória, tida como meio eficiente de educar, e da forte influência católica. “Pelas reações das platéias contemporâneas, o texto continua vivo. Quando o escrevi e encenei, não podia imaginar que fosse per-manecer eficiente e comunicativo por tantos anos”, confessa o autor.

Designada a partir de suas funções, a hierarquia escolar é evidenciada pelos nomes atribuídos aos personagens superiores, como o Diretor, o Padre e a Professora de Inglês; e aos estudantes, como a Adiantada, o Quieto e a Gorda. Em cada aula, um aluno é retirado da sala e o ator passa a interpretar um professor. “A identificação é imediata, ou seja, não estamos contando a vida escolar específica do João, da Maria ou do José, mas sim de todos nós. O resultado são emoções que vão do riso a um nó na garganta”, conta a diretora.

Intercalado por músicas interpretadas pelos atores, o novo formato escolhido para a montagem contribui para o resgate apropriado das lembranças da época. “O que mudou hoje foi a forma, a dinâmica e a presteza que se imprimem nas comunicações. Sem a música, as recordações da vida seriam menos enlevadas”, explica Bárbara.

Serviço: Teatro Martins Penna. Zona Leste. De 4 a 20. 6ª e sáb., 20h. Dom., 19h. De 4 a 6. Grátis. De 11 a 20. R$ 20.
Fonte: Portal da Prefeitura de São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 
Blogger Templates