Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ads 468x60px

 photo A-Masks_3...gif

Featured Posts

NOSSO CANAL

Inscrevam se e Confira todas as vinhetas do quadro “O Que Rola”...

FOTOS DA Z. LESTE

Nesse Link Acervo de Imagens antigas da Zona Leste..

ROCK e FESTIVAIS

Confira o que Rolou durante esse tempo sobre as Bandas e Fesivais..

NOSSO APLICATIVO

Cadastre e Baixe o nosso Aplicativo em seu Celular..

FACEBOOK

Confira nossa Pagina Oficial...

Sugestões de Pautas 15 dias de Antecedência. Inscrevam se em nosso Canal! https://www.youtube.com/c/Culturaleste8 Imparcial e Independente até o TALO...!!

27 de abril de 2017

“B.E.C.O” Grupo Zumb.Boys

Espetáculo B.E.C.O [B.boys em Construção Original], foi desenvolvido partindo das pesquisas com base em depoimentos dos moradores de diferentes regiões da Zona Leste de São Paulo. A inspiração surgiu de elementos como becos e vielas, que cortam os bairros levando a lugares onde luz, som, e texturas servem como proposta de criação. Que explorado e pesquisado por um “corpo urbano” revela um rico campo de possibilidades, transformação e inspiração.
Espetáculo de danças urbanas, baseado em conceitos de estudos contemporâneos, que trabalha um olhar de ocupação da cidade, pesquisando movimentos do cotidiano e os trabalhando com a técnica b.boy. 
Os personagens do espetáculo transitam pelo mesmo ambiente - o beco. Passam simultaneamente pelas mesmas situações cotidianas, mas não se conhecem. Até que surge uma oportunidade e a partir daí, passam a relembrar o passado, os jogos da infância e histórias. O espetáculo é baseado nos encontros que acontecem pelo próprio trajeto, traçado pela necessidade do ritmo da cidade urbana.
Direção Geral: Márcio Greyk
Intérpretes Criadores:
Danilo Nonato
David Castro
Eddie Guedes
Guilherme Nobre
Serviço:
Dias: de 28/04/ a 30/04/2017
Local: 
Teatro Municipal do Cangaiba Flávio Império 
Endereço:
R. Prof. Alves Pedroso, 600 - Cangaiba.
Sexta e Sábado: Horário: 20:00
30/04/2017 ( domingo)
Horário: 19:00
Quer Saber Mais ? (Acesse...AQUI)

25 de abril de 2017

Núcleo Arcênico (Dança) QUERO SER PRETO

Quero ser Preto é um espetáculo de dança-teatro e artes integradas que reflete sobre o preconceito em suas diferentes formas: social, cultural, racial e de gênero. O processo de criação fundamentou-se na triangulação da subjetividade dos artistas criadores com a diversidade apresentada no coletivo, tendo como eixo condutor a profusão de ícones religiosos como catalizadores de identidade.
O Núcleo Arcênico foi criado em 2012 e desde então trabalha diariamente a partir de estudos, pesquisas e investigações práticas acerca das possíveis convergências e inter-relações entre teatro, dança e performance em prol de uma linguagem híbrida e contemporânea.
Quero ser Preto é um espetáculo de dança-teatro e artes integradas que reflete sobre o preconceito em suas diferentes formas: social, cultural, racial e de gênero. O processo de criação fundamentou-se na triangulação da subjetividade dos artistas criadores com a diversidade apresentada no coletivo, tendo como eixo condutor a profusão de ícones religiosos como catalizadores de identidade.
Autor:
Núcleo Arcênico de Criações
Ficha técnica:
Intérpretes
Alexandre Manchini jr.
juny kp !
Marina Rico
Serviço:
Quero ser Preto
Dias 28 a 30/04/2017
Horário: 
21h (sexta e sábado) 19h (domingo)
Faixa ou indicação etária: Livre
Local: 
Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo
Endereço:
 Avenida Paes de Barros, 955 - Mooca
Retirada de ingressos: 1 hora antes
Entrada Franca.
Informações: 2605-8007
Quer Saber Mais ? (Acesse...AQUI)

24 de abril de 2017

Dia Internacional da Dança

Coletivo Encontro em Movimento realiza Intervenção de dança e Bate-Papo sobre processo criativo em Comemoração ao Dia Internacional da Dança. Com objetivo: aproximar o público da dança, fomento, intercâmbio, diálogo aberto, processo criativo e reflexões sobre o tema proposto.
O Evento faz parte da pesquisa e registro do solo "Miragem ou Realidade", da bailarina e coreógrafa Beatriz Pozo, que acontecerá em vários locais com público e horários diferentes durante a semana da data de comemoração ao Dia Internacional da Dança que se comemora no dia 29 de abril.
Sobre o solo "Miragem ou Realidade"
Quando surge à primeira noticia da nossa existência, antes mesmo do nosso nascimento, a grande preocupação é se seremos perfeitos. Entre Miragem e Realidade, em busca da perfeição (rótulos), física, emocional, amizade, amores, profissão ... Assim iniciamos uma busca de idas e vindas, desejos que se misturam em querer ficar e fugir, com movimentos entre altos e baixos como o ciclo da vida. A escolha de ser Miragem ou Realidade só depende de nós.
Beatriz Pozo, bailarina, educadora física, musicista, coreografa, ministra aulas de balé e jazz desde 2014 quando completou 18 anos, como bailarina conquistou premiações em festivais, participou de bandas e CIAs, é integrante do Coletivo Encontro em Movimento, está em constante estudo e pesquisa no CRD e no Studio 3 Espaço de Dança, em dança afro, brasileiras, tango, hip hop, contemporâneo, jazz e clássico. Em 2016 foi selecionada para o curso de Extensão Teatro Musical na SP Escola de Teatro Arte do Palco e convidada a participar da comissão de frente da Escola de Samba X9 Paulistana, comissão nota máxima no carnaval de 2017, atualmente é estudante do curso Pedagogia da Dança na Fundação Theatro Municipal de São Paulo e no segundo semestre iniciara a pós-graduação em Dança e Consciência Corporal. 
Serviço:
Intervenção de dança e Bate-Papo sobre processo criativo
Dia 28- às 14h 
E.E Dr. Washington Luís / Dom Antônio Cândido de Alvarenga, 511 
Centro - Mogi das Cruzes
Dia 29 - às 10h 
Livraria Boigy / R. José Bonifácio, 485 - Centro-Mogi das Cruzes
Dia 3- às 16h30 
Studio 3 Espaços de Dança /
Dia 4 - às 18h
Centro de Referência da Dança / Alameda Franca, 1206 - Jardins
Dia 7 - às 15h
Vão do MASP / Avenida Paulista, 1578
Entrada gratuita.
Quer Saber Mais ?(Acesse...AQUI)

22 de abril de 2017

Viegas - A Porrada Come

O cantor e compositor Viegas reúne em seu repertório influências musicais das mais diversas. Se por um lado as bases de suas composições remetem ao dub, dancehall e ragga, segmentos derivados do reggae, sua linha vocal deixa bem clara a importância do hip hop em sua formação musical. Sem deixar de lado o rock e a música popular brasileira.
Nascido e criado em Guaianases, bairro da zona leste de São Paulo, Viegas busca no cotidiano da metrópole sua inspiração para compor letras que trazem à tona problemas recorrentes na sociedade. As referências vocais e de composição vão de Chico Science a Vinicius de Morais, de Bob Marley a Zack da la Rocha. Tamanha versatilidade fez com que Viegas fizesse parte como MC de vários projetos musicais. Dentre eles destacam-se o Dub Del Lest , que explora a veia reggae do artista, e A Filial, que além do hip hop explora sonoridades típicas brasileiras. No show certamente é onde seu trabalho se diferencia de todos os outros, buscando vários tipos referencias, é onde acaba quebrando paradigmas. Quem imagina pelo tamanho de seus dreads que será um show de reggae, ou talvez por suas roupas largas quem sabe um show de rap, percebe que maracatu, samba reggae entre tantos outros ritmos fazem parte da bagagem musical que Viegas tem orgulho de defender.
Com produção da BraBo Films, o clipe traz a resistência da cultura negra através da dança e da simbologia das pinturas da tribo etíope Mursi trabalhando com as sensações que esses símbolos carregam e instigando cada um a ter seus próprios resgates no decorrer do vídeo. O som é feito em parceria com Nixon Silva, que mescla trap, grime com alguma influencia do kuduro e o pagodão baiano conectando com a estética que o Viegas traz em seus sons, sempre valorizando os ritmos percussivos brasileiros. “A Porrada Come” denuncia o uso deturpado das manifestações da cultura negra disseminada por outros sujeitos que não o povo negro, sendo propagada descolada de seu histórico de resistência como somente um produto embranquecido que já não mais emana representatividade.
Quer Saber Mais ?  (Acesse...AQUI)

20 de abril de 2017

Ação Cultural Eu, Tu, Eles, Nozes & Vozes

Inscrições abertas até o dia 10 de maio para a ação Cultural Eu, Tu, Eles, Nozes & Vozes - ano VI, 2017". A ação cultural, já em seu 6º ano consecutivo, é realizada em espaços como CEU Jaçanã, CCJ, Fábricas de Cultura Cachoeirinha e Jaçanã, Sesc Santana e Teatro Alfredo Mesquita.
É uma mostra sem fins lucrativos, que visa divulgar a arte produzida por artistas profissionais e iniciantes da região, ou que tenham algum vínculo com ela. Acontece em espaços da Zona Norte da cidade com o objetivo de divulgar os locais de referência e os coletivos de cultura , incentivar a produção artística e, também, formar o público fruidor e apreciador de cultura.
Prevista para ocorrer em finais de semana dos meses de setembro a outubro, cada artista terá de 10 a 20 minutos para apresentar seu trabalho (música), e de 05 a 10 minutos (dança, esquete teatral, contação de estórias ou literatura). *
*Esses tempos serão definidos a partir da quantidade de inscrições de artistas e de espaços culturais parceiros. O evento ainda comporta linguagem áudio-visual, exposições de artes plásticas e literatura.
Inscrições prévias e maiores informações pelo e-mail: cenanorte@gmail.com
O Movimento CENA NORTE é um Fórum que propõe uma política cultural que:
Articula os artistas, colocando-os em contato entre si; Articula a organização dos espaços, a fim de potencializar suas agendas, sua ocupação pelos artistas e a formação de seus públicos;
Fomenta o interesse pela produção e pela fruição das artes; Fortalece a imagem dos artistas da Zona Norte, divulgando e chancelando sua qualidade a fim de favorecer oportunidades profissionais àqueles que sobrevivem de seu fazer artístico; Defende o respeito à diversidade cultural em todos os espaços; Dissemina nos corações e mentes das crianças, jovens, adultos e anciãos uma visão mais sensível do mundo, com vistas à transformação individual e coletiva; Dialoga com o poder público, enquanto uma das vozes coletivas das culturas na região norte.
Atenção para o prazo final de inscrições ate o dia 10 de maio
 (preencha e envie a ficha de inscrição no link Abaixo)
Inscrevam se  (Acesse...AQUI)

18 de abril de 2017

ABCDança Projeto chega a sua 12ª edição

Em Diadema, os espetáculos e oficinas ocorrem de 19 a 26 de abril, no Teatro Clara Nunes, Centro Cultural Diadema, Centro Cultural Serraria e Praça da Moça.
Em sua 12ª edição, o Projeto circula pelas cidades do ABCD Paulista e capital São Paulo, propondo uma diversificada programação de dança em seus múltiplos estilos, que envolve espetáculos, intervenções, cursos, oficinas, fóruns e diálogos.  O ABCDança 2017 é uma iniciativa da Associação Projeto Brasileiro de Dança, tendo apoio do ProAC (Festivais de Artes) da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, Prêmio FUNARTE de Dança Klauss Vianna, prefeituras das cidades envolvidas, Sesc Santo André e Sesc São Caetano do Sul.
Informações / ABCDança – abcdanca@apbd.corg.br
Te: (11) 99992-77990/ 99883-8276
Todas atividades são Gratuitas
Programação Completa ?(Acesse...AQUI)

15 de abril de 2017

A Rainha Lei Di Dai faz series de Shows Gratuito

Rainha do Ragga brasileiro faz uma série de apresentações gratuitas pela cidade, em centros culturais, bibliotecas e casas de cultura. Considerada a rainha brasileira do Dancehall Raggamuffin (ritmo que mescla a batida do reggae com elementos eletrônicos), em comemoração aos 10 anos de carreira. Ao todo, dez shows serão realizados entre abril e junho.
Cultura Leste
Acompanhada do DJ Vinnie, dançarinos, MCs e outros cantores convidados para cada uma das edições, Lei Di Dai apresenta ao público músicas do seu último álbum #quemtemfétavivo, lançado no ano passado, e que contou com participações especiais de rappers como Kamau e Max B.O. Com ritmos dançantes, suas letras versam sobre positividade, África e a cultura Rasta.
Cantando profissionalmente desde 1999, quando foi vocalista da banda Camarão na Brasa, Lei Di Dai iniciou sua carreira solo em 2005 e, três anos depois, seu primeiro álbum, “Alpha & Omega”, foi o mais vendido do gênero no Brasil. No ano seguinte, Dai recebeu indicações ao VMB (Video Music Brasil) da MTV e ao Prêmio Jovem Brasileiro da agência Zapping.
Paralelamente à profissão de cantora, Lei Di Dai mantém o sound system Gueto por Gueto – Sistema de Som, projeto sociocultural que integra a rede Red Bull Amaphiko e promove ações culturais com música, dança e grafite.
Serviço:
Dia 15/04, 15h.
Biblioteca Pública Municipal Brito Broca. 
Av. Mutinga, 1425, Pirituba. 
Zona Oeste. | tel. 3904 – 2476. 
Dia 21/04, 18h.
Casa de Cultura de São Mateus. 
R. José Francisco dos Santos, 502, Jardim Tiete. 
Zona Leste. | tel. 3793 – 1054. 
Dia 13/05, 11h.
Biblioteca Pública Municipal Cora Coralina. 
R. Otelo Augusto Ribeiro, 113, Guaianases. 
Zona Leste. | tel. 2557 – 8004. 
Dia 20/05, 16h.
Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. 
R. Inácio Monteiro, 6900, Cohab Sítio Conceição. 
Zona Leste. | tel. 3343 – 8900. 
Quer Saber Mais?.Confira Agenda Completa (Acesse...AQUI)
Todas as apresentações são gratuitas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 
Blogger Templates